Sexo durante e após a gestação

Ogestaçãolá meninas! Hoje o assunto também é polêmico! Sempre que rola um papo nas rodinhas de amigas sobre gestação acho que sempre dá vontade de levantar este tema. O problema é que poucas tem coragem para iniciar a conversa ou medo da reação das outras pessoas.

O fato é que durante a gestação nosso corpo passa por inúmeras transformações, sejam hormonais ou físicas. E cada gestação é uma…. não dá para comparar! Algumas mulheres não aguentam nem o cheiro dos maridos e outras que ficam com ainda mais prazer nos companheiros durante esta fase. Em contrapartida, alguns homens não se importam com o estado das mulheres e outros que ficam tão apreensivos que mal conseguem fazer alguma coisa!

Não existe um manual do que vai acontecer e só vivenciando é que saberemos o que é melhor. Conversar sempre com o parceiro e buscar juntos formas de resolver problemas é a melhor solução. O negócio é esquecer um pouquinho o bebê. Assim se perde o receio e se vivencia o momento da melhor forma! Se não tiver nenhum problema, pode-se ter relações até o final da gestação. Minha GO disse que enquanto estivesse bem, podia continuar (oba!!!!). E é bom aproveitar bastante porque quando o bebê nascer……

casalAí vem o resguardo e o todos contando os dias para acabar. Eis que chega o grande dia, tudo preparado, bebê dormindo e tem que ser rápido porque o intervalo das mamadas ainda é pequeno… tudo pronto e na hora H….. o peito vaza, o bebê acorda, surgem os grilos com o corpo recém operado ou simplesmente você ou o marido morrem de medo de estourar os pontos internos da cesárea! Tudo por água abaixo! Fora que a correria não deixa tempo para muitas preliminares e o organismo feminino diminui propositadamente a lubrificação neste período por conta da amamentação… ou seja, em geral, incômodo e mais nervosismo! Aqui em casa, conseguimos driblar isso contando com a ajudinha da família para ficar a Alice. Saímos para jantar e depois para namorar. Não deu para ficar muito tempo fora, mas foi o suficiente para sair um pouco do ambiente doméstico e descontrair. Isso é super importante! Quando não temos a ajuda da família, vale muito a pena arrumar uma baby sitter por umas horinhas. E o baby não vai morrer por isso!

Muitas mulheres se afundam na vida de mãe e esquecem de si mesmas e dos maridos. Isso é muito ruim porque acima de tudo não deixamos de ser mulheres. O sexo faz parte deste contexto! Deixem de lado as preocupações excessivas com o corpo porque na hora os maridos nem reparam as sobrinhas a mais na barriga. Se for preciso comprar um lubrificante, não tenham vergonham e bora pra farmácia! Se for preciso pagar uma baby sitter, bora fazer uma economia e deixar de lado nosso apego exagerado para vivenciar algo que fará bem a toda a família, principalmente para você

Uma dica de empresa legal para baby sitters: “ Cuidar Bem”. Na época da Bia precisei de uma baby sitter mas não conhecia ninguém. Vi a indicação desta empresa e virei fã! Não é barata mas sempre que precisei eles prontamente atenderam e sempre com profissionais confiáveis. Vale a pena!

E vocês como vivenciaram a experiência do sexo na gravidez e no pós parto?

COLUNA “VIDA DE MÃE”por Clara Olivetti

Correndo com as tarefas de casa, trabalho, estudos, marido e filhotas! Ah, e sem esquecer do tempinho para os treinos de luta, unha, cabelo e creminhos. Tudo isso sem babá?  Impossível? Claro que não! Sou a mãe da Bia de 8 anos e da Alice de 6 meses. Vou dar dicas legais que podem ajudar as mamães. Afinal, ser mãe é bom demais!

Que venha o Hexa!


images
Eu já pintei as minhas unhas para a Copa, e você? Também já comprei alguns pares de brincos verdes e amarelos, milhões de pulseiras, sombras, algumas camisas do Brasil para a coleção . Meu look canarinho já está pronto! É, esse clima de Copa do Mundo invade a gente, independente do gênero. Em dias de jogos do Brasil, é bonito andar pelas ruas da cidade e ver como a “homarada” está empolgada e a mulherada se enfeita pra festa. Festa? Sim, assistir aos jogos virou uma festa e das “boas”! Além do look perfeito, a galera inventa churrasco, petiscada e gulodices. Tudo é motivo pra uma cerva gelada, uma caipirinha, uma dose. Fico pensando: se aqui no Rio está bonito de se ver, imagina pelo país! Afinal, esperamos mais de 60 anos pra sediar esse campeonato novamente e agora chegou nossa hora de brilhar!

Se antes, você achava que guirlandas eram artigos típicos de Natal, não, queridos, vocês estão enganados! Na Alfândega, famosa rua do Rio que vende artigos de festas e afins, a guirlanda verde e amarela é a sensação, isso sem falar dos bandeirões e da tão conhecida e irritante “vuvuzela”, que veio para ficar desde a Copa da África do Sul! Festa juninas e de aniversário não são mais tradicionais, agora são decoradas com o tema da “Copa do Mundo”.

É muito engraçada a facilidade que o brasileiro tem de transformar tudo em zueira, micareta, baile, samba etc. Afinal, temos show para todos os estilos – desde Naldo até Bom Gosto e Timbalada! O negócio é se divertir! Cá entre nós, essa seleção brasileira, tão jovem, formada por garotos simpáticos, humildes, cada qual com sua história, merece esse título! Junto com o Felipão, é nítida a vontade de ganhar do grupo! Nós, brasileiros, também merecemos! “A copa do mundo é nossa”, meu povo!

220px-Mascote_Copa

Os problemas com transportes que sofremos diariamente, o grande canteiro de obras no qual o país foi transformado e as exorbitantes quantias gastas para a construção dos estádios da Copa são nítidos tanto para a população como para os turistas, mas o povo brasileiro, que não foge à luta, é a sensação desse mundial. Pessoas solícitas, simpáticas e de bem com a vida mesmo com todos os problemas sofridos são o destaque! Apesar dos preços surreais dos ingressos, a democracia desse torneio está focada na reunião que ele promove para se assistir aos jogos. Como já era esperado, aquele espírito de #nãovaitercopa, se transformou em sorrisos, em apitos, enfim numa grande confraternização! (#vaitercopa). Esse espírito não deve ficar adormecido. O nacionalismo tão presente nesse mundial, nas ruas, na população, não deve morrer! Agora que o cenário pro hexa já está montado, por que não devemos continuar a festa?

brasil

O que tem me chamado bastante atenção dessa vez, além da cobertura jornalística formada por uma seleção de mulheres, é o interesse feminino pelo futebol, as meninas não estão assistindo apenas aos jogos para acompanhar seus namorados e maridos. Diferente dos outros anos, dessa vez, não estamos de olho apenas nas belas pernas dos jogadores de futebol. Sim, nós temos opinião! Acompanhamos a jogada fim a fim e sabemos até quando é impedimento, se foi falta ou não e se o pênalti estava correto! Aplausos para nós! Nosso desfile é de moda verde, amarela, azul e branca e de talento futebolístico..;)

zebraNão vejo a hora da grande final: Brasil e Holanda? Hum, que tal: Brasil e Alemanha? Já sei! Brasil e Argentina! Premonições, pitacos e palpites é o que temos de melhor! Bolão é o que não falta por aí e você já fez o seu? Pode tudo! Só não pode é dar zebra, né gente? Porque o nosso grito: “eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor” pro hexa tá quase saindo!

 

por Renata Lopes
 
 “Sorrir é o melhor remédio” esse é o meu lema! Carioca, sonhadora e com uns quilinhos a mais, conquistados após os 20 anos e bem aceitos com a chegada dos 30. Não vou ser hipócrita de dizer que isso não me incomoda, mas também sou realista e tento usar o meu “excesso de gostosura” a meu favor, sempre! Aguarde e confie nas dicas “Plus” da coluna!

 

Comidinhas pra torcer pelo Brasil!

fotos_versao1_1Oi pessoal, faltam três dias para o início da Copa do Mundo e, nessa época, os amigos se reúnem para assistir aos jogos do Brasil. É um momento que sempre confraternizamos, não importa o resultado do jogo, ou se entendemos de futebol ou não.

Os brasileiros aproveitam para transformar o evento numa festa em família e com os amigos, então se tem festa, comida não pode faltar!

Por isso, a Renata sugeriu que trouxesse  alguma receita de petisco para esses encontros, e comecei a pensar nos aperitivos que em geral fazemos:

  •  Pipoca – salgada ou doce
  • Pastel – tenho preferência por pastel de queijo, pra mim o melhor queijo pra fazer pastel é o meia cura, é só comprar a massa pronta no mercado.
  •  Salgadinho – esse é mais fácil ainda, tem muita padaria que vende uma variedade de salgados, fritos e assados.
  • Cachorro quente – amo fazer com bastante cebola, hummm
  • Pão de queijo – já mostrei no blog uma receita de bolo de pão de queijo, é uma boa ideia também.

Mas como, dessa vez, eu queria algo diferente,  e obviamente que não desse tanto trabalho, afinal mesmo não sendo grande fã de futebol não quero perder o jogo, neh? Me lembrei de uma lingüiça caramelada que tinha experimentado na casa do meu irmão e da minha cunhada. Foi aí que prontamente a minha cunhada me passou a receita. Fui ao mercado e comprei os ingredientes, que são: meio quilo de lingüiça mineira e 1 garrafa de sidra . Acreditem, é somente isso! Se quiser pode acrescentar pimenta do reino à gosto, mas eu não a utilizei. Eu comprei lingüiça em gominhos, separadas por barbante, então retirei o barbante, separei os gomos e lavei em água corrente.

fotos_versao2_2 Coloquei as linguiças numa panela e acrescentei a sidra em fogo alto até ferver (em torno de 15 minutos), depois de ferver bem, diminuí, coloquei em fogo médio e tampei. Quando o líquido reduziu a metade (em torno de 20 minutos) coloquei em fogo baixo (mínimo) e fui mexendo até caramelizar. Muito cuidado para não queimar, hein! Uma dica bem legal que recebi da minha cunhada é a seguinte: se você quiser pode adiantar a parte do preparo até a redução da sidra, depois pode finalizar em fogo baixo quando estiver perto da hora de servir. Olha, modéstia a parte a lingüiça ficou uma delícia e foi super aprovada! Não esqueça dos pãezinhos fresquinhos ou torradas para acompanhar. Além do petisco, sugiro enfeitar o ambiente do encontro para assistir aos jogos, dá um clima a mais de Copa. fotos_versao2_3 caipifruta#ficacadica: embora eu não beba, para os amigos que gostam, outra coisa que não pode faltar é aquela cerveja gelada. Já  para os adeptos de bebidas quentes, utilizem frutas em alta nessa época, como: morango ou tangerina, para fazer sua caipifruta (com leite condensado), caipsaquê ou caipivodka, vale até misturar dois tipos de frutas, morango com kiwi, por exemplo, dá super certo! O limão, que é o tradicional para a caipirinha, também fica super refrescante! Não tem erro, a receita é simples: misture gelo, açúcar, a bebida de sua escolha e a fruta. O que vale nessas ocasiões é encontrar os amigos e torcer pelo Brasilll, mas não se esqueçam: se beber, não dirijam! 🙂

  por Flávia Reis
 30 anos, carioca, formada em estatística, solteira, chocólatra e praticante de Pilates. Adoro bater uma perna no shopping ou no Saara com as amigas. Fazer gostosuras na cozinha, especialmente doces, é um dos meus maiores prazeres. Para mim, cozinhar é terapia!