Filhos? Agora não, obrigada!

filhosQuem tem o primário (coisa de velho) completo, aprendeu na escolinha com a tia que o ser humano nasce, cresce, reproduz e morre.

Bom, quando crescemos, aprendemos que a parte do “reproduz” não acontece com todos os seres humanos. Talvez porque
devemos acrescentar mais algumas etapas nesta longa jornada e ela poderia ficar assim: o ser humano nasce, cresce, estuda loucamente, trabalha pra c*r*lh*, não tem tempo, grana ou parceiro ideal para reproduzir e morre.

Não estou aqui para falar sobre meios de reprodução, pois não sou especialista e a minha coluna neste modesto blog não tem nada a ver com isso. Quem acompanha meus excelentes textos (cof, cof) sabe que aqui eu falo de relacionamentos.

Sou casada há quase 2 anos e estou com 31 aninhos (é, eu sei, está na hora de atualizar a minha descrição na seção “colunistas”). E como todo casal que está casado há mais de um ano, é óbvio que (quase) todo mundo pergunta sobre futuro(s) rebentos.

A pessoa que mais enche meu saco, ops, me pergunta sobre filhos é o meu pai. Toda vez que eu o encontro é sempre a mesma pergunta: “minha filha querida (eu não estou inventando. O adjetivo querida sempre vem acompanhado do substantivo filha), quando é que você vai dar um neto para o papai?”. A resposta é sempre a mesma: “pai, filho é artigo de luxo e eu sou pobre.”. Não sei se funcionaria com vocês, mas comigo, esta resposta é tiro e queda.

Minha mãe não me pergunta sobre netos, pois ela sabe que como mãe da provável nova mãe do pedaço, ela teria que parar de saracotear por aí para me ajudar por pelo menos 1 mês após o parto. E como ela me conhece muito bem e sabe que sou uma pessoa super fresca, eu inventaria mil desculpas para ela se mudar pra minha casa por pelos menos uns 5 anos…

Meus sogros não me perguntam mais sobre filhos. Sou muito agradecida à minha cunhada por ter acabado de parir um bebê, ato o qual, faz com que eles fiquem empolgados com o menino por uns 5, 10 ou até 20 anos. É entretenimento quase infinito!

Muitos amigos que já têm filhos me perguntam quando eu vou me animar. Eu sinceramente não sei a resposta para esta pergunta então sempre respondo que talvez um dia, quando meu marido não aguentar mais olhar pra minha cara dia e noite e quiser um bebê em casa.

Por falar em marido, sou muito sortuda por não ter um marido que me cobra filhos. Acho que ele quer atrasar este processo até muito mais que eu.

Vocês devem estar achando que eu não quero ter filhos nunca, mas não é isso. Só acho que devemos nos planejar para várias situações na vida, principalmente uma que mudará sua vida para sempre: tanto emocional quanto financeiramente.Filho-na-cama-dos-pais2

Para que tudo saia no Bruna way of life, na minha agenda do Google já está marcado um evento: no dia 08 de julho de 2016 (um dia após eu fazer 33 anos), meu marido e eu receberemos um e-mail com o seguinte assunto: conversar se teremos filhos! Não é o suprassumo do planejamento?

E vocês, mulheres casadas, o povo cobra a contribuição de vocês na superpopulação deste mundo?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ih…falhei!

sinastriaComo eu perdi três (meu avô, minha avó e minha mãe) das quatro referências da minha vida ainda muito nova, dos 23 aos 25 anos, talvez eu tenha amadurecido mais rápido e assim aprendi a valorizar a qualidade de vida em detrimento de outras questões  materiais. Tá, eu sou consumista, gulosa e excessiva, mas isso é assunto pra outro post, porque nesse aqui optei por falar de relacionamentos interpessoais. Foi por conta  dessas perdas, que resolvi entrar na terapia e acredito que os meus cinco anos de análise fazem uma grande diferença no meu comportamento e acreditem: não! Eu não sou nenhuma louca só porque sento no divã toda semana, muito pelo contrário, a cada consulta me sinto melhor, o que não significa equilibrada.

imagesA  minha alta receptividade para conselhos também contribui bastante pra aumentar minha qualidade de vida. No trabalho, por exemplo, “os meus velhinhos”,  amigos mais velhos, em torno de 50 anos, com os quais convido diariamente, me enchem de lições de vida, como eu amo tê-los comigo! Acho que vou arrancar meu cabelo quando eles se aposentarem e o pior, esse momento está muito próximo de acontecer!

Foi juntando os conselhos dos mais velhos, com minhas sessões de terapia que reuni material para esse post, que trata do seguinte: como eu gosto de multiplicar meus aprendizados, resolvi repassar algumas dicas que podem ser praticadas nas relações de trabalho, amorosa, famíliar, enfim de vida. São alguns “jargões” simples que uso diariamente para aliviar algumas das minhas dores ou encarar injustiças cometidas no dia a dia. Sei que você pode estar pensando naquela máxima “se conselho fosse bom, ela não dava, vendia…” mas como não sou nenhuma mercenária e esse blog tá aqui pra isso, vamos lá!

baloes_de_comunicacaoComunique-se as falhas na comunicação ou ausência dela geram transtornos irreparáveis nos relacionamentos, então se você é tímido, enfrente a timidez e tente puxar assuntos com temas que você domina e pessoas que são interessantes para você, se você acha que seu ambiente de trabalho não está dos melhores, ofereça um feedback pro seu chefe e vice-versa ;

Pare de reclamar que nada dá certo e que não tem grana pra isso ou pra aquilo  ao invés de gastar energia e pensamentos com isso, corra atrás da sua felicidade, planeje-se e mentalize o que de melhor você quer para a sua vida;

O combinado não sai caro- você já reparou que o ser humano tem mania de achar que o próximo pensa igual a você? Não pessoas! Todos temos criações, bagagem e personalidade diferentes, então combine antes de esperar algo do outro, você vai ver que o resultado será muito mais satisfatório pros dois lados;

Quando você sabe como o outro funciona é muito mais fácil de prever seu comportamento e a consequência dos seus atosdessa forma você não vai se irritar ou frustrar tanto, além de cortar o mal pela raiz, por exemplo: sabe aquele chato que insiste em te ligar sábado de manhã cedo? Então, prevendo isso, você desliga o telefone e não será incomodado, que tal?;

O mundo é um lugar injusto sabe aquela promoção que você se achava merecedor no trabalho, mas não levou? Quem levou foi o colega do lado? Eh gente, a vida é assim, hoje não é o seu dia, mas não desanime, amanhã será!;

escolhas-carreira-de-sucessoA vida é feita de escolhas sim! A todo momento temos que optar pelo rosa ou azul, pelo carro ou boneca, por esse ou aquele emprego, com tantas opções no cardápio até a hora do almoço é complicada e o roteiro de viagem, já escolheu? Das situações mais simples às mais complexas, temos que fazer escolhas e os amigos estão aí pra isso: te ajudar nas decisões e trocar experiências que vão agregar nas suas definições;

Nunca responda uma mensagem (sms, face ou whats), e-mail ou afins indesejados com a cabeça cheia, nervoso ou agitado – porque a consequência disso pode ser das piores e isso serve tanto para aquele post do facebook que seu amigo escreveu e te irritou porque você estava na TPM ou aquele e-mail que seu chefe mandou chamando a sua atenção ou o whatsapp do seu namorado com um ciuminho bobo ;

Quando você sabe o que não é bom para você e o que não te faz bem, é muito mais fácil fazer as escolhas certas- um exemplo disso é quando você opta por se afastar de uma pessoa que não acrescenta na sua vida, você acaba se abrindo e focando sua energia para relações mais felizes e que valem a pena;

Não se puna por falhar nós falhamos a todo momento porque somos seres humanos, ué! Então se perdoe por isso, erga a cabeça e dê a volta por cima;

tempoCada um tem seu tempoentão respeite o seu tempo e o tempo do outro, não adianta você impor determinada conduta de um amigo, namorado, funcionário ou da sua mãe porque o “time” deles sempre será diferente do seu! E não se culpe porque não conseguiu resolver aquele problema hoje! Não era pra ser…;

Seja receptivo- escute o que o outro tem a dizer, de uma forma ou de outra vai acrescentar, pode ser agora ou lá na frente;

Por último, o meu lema: Sorria sempre! Esse eu aprendi com a minha mãe e você vai ver que assim será muito mais fácil de praticar tudo isso que está aí em cima!

sorrisoamareloUfa! Depois de tantos conselhos, não gostaria que vocês vissem esse texto como um clichê de autoajuda não, please! Acredito eu, que essas são algumas maneiras autênticas de você não se auto-sabotar, porque, na verdade, fazemos isso a todo momento em nossas vidas. Também sei que não é assim tão fácil colocar tudo em prática, mas aos poucos isso vai se incorporando até que você vai fazer, pensar e atuar sem sentir, com escorregões, é claro! Eu demorei, mas a cada dia que passa percebo que o positivismo, a leveza nos relacionamentos e a estabilidade emocional são alguns dos segredos de uma vida bem vivida! 🙂

 

por Renata Lopes
 
 “Sorrir é o melhor remédio” esse é o meu lema! Carioca, sonhadora e com uns quilinhos a mais, conquistados após os 20 anos e bem aceitos com a chegada dos 30. Não vou ser hipócrita de dizer que isso não me incomoda, mas também sou realista e tento usar o meu “excesso de gostosura” a meu favor, sempre! Aguarde e confie nas dicas “Plus” da coluna!

Sexo durante e após a gestação

Ogestaçãolá meninas! Hoje o assunto também é polêmico! Sempre que rola um papo nas rodinhas de amigas sobre gestação acho que sempre dá vontade de levantar este tema. O problema é que poucas tem coragem para iniciar a conversa ou medo da reação das outras pessoas.

O fato é que durante a gestação nosso corpo passa por inúmeras transformações, sejam hormonais ou físicas. E cada gestação é uma…. não dá para comparar! Algumas mulheres não aguentam nem o cheiro dos maridos e outras que ficam com ainda mais prazer nos companheiros durante esta fase. Em contrapartida, alguns homens não se importam com o estado das mulheres e outros que ficam tão apreensivos que mal conseguem fazer alguma coisa!

Não existe um manual do que vai acontecer e só vivenciando é que saberemos o que é melhor. Conversar sempre com o parceiro e buscar juntos formas de resolver problemas é a melhor solução. O negócio é esquecer um pouquinho o bebê. Assim se perde o receio e se vivencia o momento da melhor forma! Se não tiver nenhum problema, pode-se ter relações até o final da gestação. Minha GO disse que enquanto estivesse bem, podia continuar (oba!!!!). E é bom aproveitar bastante porque quando o bebê nascer……

casalAí vem o resguardo e o todos contando os dias para acabar. Eis que chega o grande dia, tudo preparado, bebê dormindo e tem que ser rápido porque o intervalo das mamadas ainda é pequeno… tudo pronto e na hora H….. o peito vaza, o bebê acorda, surgem os grilos com o corpo recém operado ou simplesmente você ou o marido morrem de medo de estourar os pontos internos da cesárea! Tudo por água abaixo! Fora que a correria não deixa tempo para muitas preliminares e o organismo feminino diminui propositadamente a lubrificação neste período por conta da amamentação… ou seja, em geral, incômodo e mais nervosismo! Aqui em casa, conseguimos driblar isso contando com a ajudinha da família para ficar a Alice. Saímos para jantar e depois para namorar. Não deu para ficar muito tempo fora, mas foi o suficiente para sair um pouco do ambiente doméstico e descontrair. Isso é super importante! Quando não temos a ajuda da família, vale muito a pena arrumar uma baby sitter por umas horinhas. E o baby não vai morrer por isso!

Muitas mulheres se afundam na vida de mãe e esquecem de si mesmas e dos maridos. Isso é muito ruim porque acima de tudo não deixamos de ser mulheres. O sexo faz parte deste contexto! Deixem de lado as preocupações excessivas com o corpo porque na hora os maridos nem reparam as sobrinhas a mais na barriga. Se for preciso comprar um lubrificante, não tenham vergonham e bora pra farmácia! Se for preciso pagar uma baby sitter, bora fazer uma economia e deixar de lado nosso apego exagerado para vivenciar algo que fará bem a toda a família, principalmente para você

Uma dica de empresa legal para baby sitters: “ Cuidar Bem”. Na época da Bia precisei de uma baby sitter mas não conhecia ninguém. Vi a indicação desta empresa e virei fã! Não é barata mas sempre que precisei eles prontamente atenderam e sempre com profissionais confiáveis. Vale a pena!

E vocês como vivenciaram a experiência do sexo na gravidez e no pós parto?

COLUNA “VIDA DE MÃE”por Clara Olivetti

Correndo com as tarefas de casa, trabalho, estudos, marido e filhotas! Ah, e sem esquecer do tempinho para os treinos de luta, unha, cabelo e creminhos. Tudo isso sem babá?  Impossível? Claro que não! Sou a mãe da Bia de 8 anos e da Alice de 6 meses. Vou dar dicas legais que podem ajudar as mamães. Afinal, ser mãe é bom demais!

Que venha o Hexa!


images
Eu já pintei as minhas unhas para a Copa, e você? Também já comprei alguns pares de brincos verdes e amarelos, milhões de pulseiras, sombras, algumas camisas do Brasil para a coleção . Meu look canarinho já está pronto! É, esse clima de Copa do Mundo invade a gente, independente do gênero. Em dias de jogos do Brasil, é bonito andar pelas ruas da cidade e ver como a “homarada” está empolgada e a mulherada se enfeita pra festa. Festa? Sim, assistir aos jogos virou uma festa e das “boas”! Além do look perfeito, a galera inventa churrasco, petiscada e gulodices. Tudo é motivo pra uma cerva gelada, uma caipirinha, uma dose. Fico pensando: se aqui no Rio está bonito de se ver, imagina pelo país! Afinal, esperamos mais de 60 anos pra sediar esse campeonato novamente e agora chegou nossa hora de brilhar!

Se antes, você achava que guirlandas eram artigos típicos de Natal, não, queridos, vocês estão enganados! Na Alfândega, famosa rua do Rio que vende artigos de festas e afins, a guirlanda verde e amarela é a sensação, isso sem falar dos bandeirões e da tão conhecida e irritante “vuvuzela”, que veio para ficar desde a Copa da África do Sul! Festa juninas e de aniversário não são mais tradicionais, agora são decoradas com o tema da “Copa do Mundo”.

É muito engraçada a facilidade que o brasileiro tem de transformar tudo em zueira, micareta, baile, samba etc. Afinal, temos show para todos os estilos – desde Naldo até Bom Gosto e Timbalada! O negócio é se divertir! Cá entre nós, essa seleção brasileira, tão jovem, formada por garotos simpáticos, humildes, cada qual com sua história, merece esse título! Junto com o Felipão, é nítida a vontade de ganhar do grupo! Nós, brasileiros, também merecemos! “A copa do mundo é nossa”, meu povo!

220px-Mascote_Copa

Os problemas com transportes que sofremos diariamente, o grande canteiro de obras no qual o país foi transformado e as exorbitantes quantias gastas para a construção dos estádios da Copa são nítidos tanto para a população como para os turistas, mas o povo brasileiro, que não foge à luta, é a sensação desse mundial. Pessoas solícitas, simpáticas e de bem com a vida mesmo com todos os problemas sofridos são o destaque! Apesar dos preços surreais dos ingressos, a democracia desse torneio está focada na reunião que ele promove para se assistir aos jogos. Como já era esperado, aquele espírito de #nãovaitercopa, se transformou em sorrisos, em apitos, enfim numa grande confraternização! (#vaitercopa). Esse espírito não deve ficar adormecido. O nacionalismo tão presente nesse mundial, nas ruas, na população, não deve morrer! Agora que o cenário pro hexa já está montado, por que não devemos continuar a festa?

brasil

O que tem me chamado bastante atenção dessa vez, além da cobertura jornalística formada por uma seleção de mulheres, é o interesse feminino pelo futebol, as meninas não estão assistindo apenas aos jogos para acompanhar seus namorados e maridos. Diferente dos outros anos, dessa vez, não estamos de olho apenas nas belas pernas dos jogadores de futebol. Sim, nós temos opinião! Acompanhamos a jogada fim a fim e sabemos até quando é impedimento, se foi falta ou não e se o pênalti estava correto! Aplausos para nós! Nosso desfile é de moda verde, amarela, azul e branca e de talento futebolístico..;)

zebraNão vejo a hora da grande final: Brasil e Holanda? Hum, que tal: Brasil e Alemanha? Já sei! Brasil e Argentina! Premonições, pitacos e palpites é o que temos de melhor! Bolão é o que não falta por aí e você já fez o seu? Pode tudo! Só não pode é dar zebra, né gente? Porque o nosso grito: “eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor” pro hexa tá quase saindo!

 

por Renata Lopes
 
 “Sorrir é o melhor remédio” esse é o meu lema! Carioca, sonhadora e com uns quilinhos a mais, conquistados após os 20 anos e bem aceitos com a chegada dos 30. Não vou ser hipócrita de dizer que isso não me incomoda, mas também sou realista e tento usar o meu “excesso de gostosura” a meu favor, sempre! Aguarde e confie nas dicas “Plus” da coluna!

 

Comidinhas pra torcer pelo Brasil!

fotos_versao1_1Oi pessoal, faltam três dias para o início da Copa do Mundo e, nessa época, os amigos se reúnem para assistir aos jogos do Brasil. É um momento que sempre confraternizamos, não importa o resultado do jogo, ou se entendemos de futebol ou não.

Os brasileiros aproveitam para transformar o evento numa festa em família e com os amigos, então se tem festa, comida não pode faltar!

Por isso, a Renata sugeriu que trouxesse  alguma receita de petisco para esses encontros, e comecei a pensar nos aperitivos que em geral fazemos:

  •  Pipoca – salgada ou doce
  • Pastel – tenho preferência por pastel de queijo, pra mim o melhor queijo pra fazer pastel é o meia cura, é só comprar a massa pronta no mercado.
  •  Salgadinho – esse é mais fácil ainda, tem muita padaria que vende uma variedade de salgados, fritos e assados.
  • Cachorro quente – amo fazer com bastante cebola, hummm
  • Pão de queijo – já mostrei no blog uma receita de bolo de pão de queijo, é uma boa ideia também.

Mas como, dessa vez, eu queria algo diferente,  e obviamente que não desse tanto trabalho, afinal mesmo não sendo grande fã de futebol não quero perder o jogo, neh? Me lembrei de uma lingüiça caramelada que tinha experimentado na casa do meu irmão e da minha cunhada. Foi aí que prontamente a minha cunhada me passou a receita. Fui ao mercado e comprei os ingredientes, que são: meio quilo de lingüiça mineira e 1 garrafa de sidra . Acreditem, é somente isso! Se quiser pode acrescentar pimenta do reino à gosto, mas eu não a utilizei. Eu comprei lingüiça em gominhos, separadas por barbante, então retirei o barbante, separei os gomos e lavei em água corrente.

fotos_versao2_2 Coloquei as linguiças numa panela e acrescentei a sidra em fogo alto até ferver (em torno de 15 minutos), depois de ferver bem, diminuí, coloquei em fogo médio e tampei. Quando o líquido reduziu a metade (em torno de 20 minutos) coloquei em fogo baixo (mínimo) e fui mexendo até caramelizar. Muito cuidado para não queimar, hein! Uma dica bem legal que recebi da minha cunhada é a seguinte: se você quiser pode adiantar a parte do preparo até a redução da sidra, depois pode finalizar em fogo baixo quando estiver perto da hora de servir. Olha, modéstia a parte a lingüiça ficou uma delícia e foi super aprovada! Não esqueça dos pãezinhos fresquinhos ou torradas para acompanhar. Além do petisco, sugiro enfeitar o ambiente do encontro para assistir aos jogos, dá um clima a mais de Copa. fotos_versao2_3 caipifruta#ficacadica: embora eu não beba, para os amigos que gostam, outra coisa que não pode faltar é aquela cerveja gelada. Já  para os adeptos de bebidas quentes, utilizem frutas em alta nessa época, como: morango ou tangerina, para fazer sua caipifruta (com leite condensado), caipsaquê ou caipivodka, vale até misturar dois tipos de frutas, morango com kiwi, por exemplo, dá super certo! O limão, que é o tradicional para a caipirinha, também fica super refrescante! Não tem erro, a receita é simples: misture gelo, açúcar, a bebida de sua escolha e a fruta. O que vale nessas ocasiões é encontrar os amigos e torcer pelo Brasilll, mas não se esqueçam: se beber, não dirijam! 🙂

  por Flávia Reis
 30 anos, carioca, formada em estatística, solteira, chocólatra e praticante de Pilates. Adoro bater uma perna no shopping ou no Saara com as amigas. Fazer gostosuras na cozinha, especialmente doces, é um dos meus maiores prazeres. Para mim, cozinhar é terapia!

Segura essa make!

Oláááá! Voltei há 2 semanas de uma viagem para os Estados Unidos… Bom, basicamente estou falida até ano que vem, mas comprei tudo que eu queria e mais um pouco! E, claro, meu mundo de compras inclui muita make e várias coisas legais para mostrar para vocês. 🙂

primerUm grande problema para mim sempre foi manter a maquiagem impecável até o final da noite.  Como sempre falo, minha pele é oleosa e, mesmo usando produtos de qualidade, muitas vezes a make não se segurava por muito tempo. Já aconteceu de você sair de casa linda, poderosa e toda trabalhada naquela make esperta que você aprendeu em tutorial de blogueira (quem nunca?!), e no meio da noite você nota que a sua maquiagem está “derretendo”? Pois é, welcome to my club!

Então, para acabar de vez com esse transtorno, nessa viagem foquei em produtos para prolongar a fixação da maquiagem. E, vou falar uma coisa para vocês: acho que se eu usar tudo junto eu posso ficar uns 3 dias com a maquiagem impecável! Hahaha.

Selecionei 3 das minhas compras preferidas para contar para vocês:

agua_termal-744x1024

(1) ÁGUA TERMAL – Muita gente acha que esse lance de água termal é frescura, mas acreditem: não é! Ela é rica em minerais e derivada de fontes naturais, além de ser um antirradical mega poderoso (o que é muito bem vindo após os 30!). Apresenta também características anti-inflamatórias e hidratantes, e pode ser usada em todos os tipos de pele. Aliás, meninos que leem o blog, vocês também podem e devem usar água termal! Ela é ótima como pós barba devido à ação calmante, e também auxilia na hidratação, principalmente no caso dos nossos homens lindos e ogros que não cuidam muito da pele. Uma borrifada de água termal de vez em quando não vai fazer mal, rapazes! E agora o motivo principal da minha compra: a água termal é uma ótima aliada na hora da maquiagem. Tenho usado após lavar e secar o rosto, antes de aplicar a maquiagem. Meninas, minha pele tem segurado muito mais a maquiagem depois disso!  Ah, dica esperta: o efeito é melhor ainda se você mantiver o frasco refrigerado, porque o produto geladinho ajuda a fechar os poros. Eu comprei a da Vichy, mas é possível encontrar várias outras marcas nas farmácias. Comprei também uma água termal específica para a região dos olhos, também da Vichy, em roll-on (está na foto acima, uma embalagem azul), e é super geladinha e refrescante.

elle-benefit-stay-flawless-de(2) STAY FLAWLESS 15-HOUR PRIMER, da BENEFIT – Gente, para tudo porque essa é a criação do século! Fazendo a blogueira histérica: minha vida se resume a antes e depois desse produto! Exageros a parte, é sério, esse produto é sensacional.  Ele me lembra aquela cola em bastão: você passa no rosto ou na área desejada antes de aplicar a maquiagem, e com isso a maquiagem dura tipo uma eternidade. E não, a pele não fica grudenta. Eu sou apaixonada pelos produtos da Benefit, mas esse ganhou meu coração para sempre. Te juro amor eterno, Stay Flawless Primer!  Por aqui vende no site e lojas da Sephora.

UD

(3) ALL NIGHTER, da URBAN DECAY – A Urban Decay é muito famosa pelas paletas de sombra Naked, mas tem outros produtos muito bons, como o All Nighter. É um spray fixador de maquiagem que pode ser usado por todos os tipos de pele e mantém sua maquiagem no lugar por até 16 horas.  Após terminar a make, basta borrifar o produto e pronto!  Há outras marcas mais em conta e mais fáceis de encontrar que têm produtos desse gênero, e uma delas é a Mary Kay.

Então essa é a minha fórmula mágica atual para uma maquiagem duradoura: Água Termal + Stay Flawless + All Nighter = maquiagem eterna!

 

Lembrando que a copa está chegando, e nessa época a gente grita, pula, sua… então é importante garantir que nossa maquiagem verde e amarela fique no lugar, não é mesmo?  Falando nisso, o Rio está bombando de eventos nos dias dos jogos, e eu vou a vários! Adoooro! Tenho visto que várias lojas estão lançando coleções especiais para a copa, e minha vontade é de comprar tudo. Mas, como já disse, estou falida ad eternum, então vou apostar em montar looks com peças que eu já tenho (blusa verde, cordão amarelo e etc), e caprichar na make das cores do Brasil! Fica a dica! Roubei algumas ideias de outros sites (roubo mas assumo!) de make e unhas para vocês se inspirarem:

Image

Espero que tenham gostado! Beijos e até a próxima! 🙂

por Pri Kurdian

Libriana, de bem com a vida e super tranquila com a chegada dos 30. Crise? Por quê? Nada mudou ainda por aqui. Massss… o seguro morreu de velho e é fato que precisamos redobrar os cuidados com a pele, principalmente com nosso lindo rostinho que não está a fim de ser contemplado com as marcas da idade. E aí entra minha contribuição para o blog: dicas de cuidados e produtos para manter nossa pele linda e jovem, e o que não podia faltar: tudo sobre maquiagem de qualidade e a preços acessíveis, para ficarmos ainda mais poderosas e com a autoestima lá em cima!

E às vezes a vida te prega uma peça

friendsTrabalhando no “Apt bar” eu tive a oportunidade de conhecer pessoas de várias nacionalidades. Às vezes era bem difícil de entender o que as pessoas falavam, mas era uma oportunidade de treinar meu inglês e de me acostumar com os diversos
sotaques.

 

Algumas noites, depois do trabalho, o pessoal do Apt saía junto para tormar uma bebida ou ficava no bar depois da hora conversando. Um dia, depois de uma jornada de 11 horas de trabalho, minha amiga Genet e eu decidimos ficar até o bar fechar. Já era 1h da manha, mas o bar só fechava às 2h, então ainda dava pra aproveitar um pouquinho.

Quando a Genet foi fumar na área de fumante, eu resolvi ir com ela e eis que repente, um rapaz começa a a conversar conosco e perguntar se nós tínhamos um isqueiro. Eu falei que eu não fumava e ele perguntou se poderia nos pagar uma bebida. Eu retruquei: “Não, eu não aceito bebida de estranhos!”, mas minha amiga falou: “Claro. Eu gostaria de uma dose tripla de gin com tônica por favor”. O rapaz ficou chocado com o pedido, mas não poderia negar. Depois de muita discussão, eu acabei aceitando um chopp.

todos

Então, do nada, eu começo a conversar com o rapaz, que estava meio bêbado  e bem nesse momento, minha amiga resolve desaparecer e nos deixar sozinhos. Eu digo para o rapaz: “Eu vou ao banheiro e depois nos falamos”, mas meu objetivo era mesmo desaparecer de vista. Meia hora depois, lá estava ele me seguindo novamente. Até os seguranças, que eram meus amigos, perguntaram se eu queria que ele fosse colocado para for a do bar. Eu falei: “Não tem problema não porque ele não fez nada de tão grave”.

 

Como ele estava meio bêbado,  pediu que eu desse o numero do meu telefone para ele a fim de marcarmos um encontro numa outra ocasião. Eu pensei que poderia dar certo, mas estava com medo que ele fosse um psicopata. Então, acabei dando o meu número antigo e quando ele tentou me ligar e não funcionou, falou: “Se não quiser me ver novamente, não precisa fingir que me deu o tel, mas dar o numero errado é sacanagem”. Ele não acreditou que o número que dei era realmente meu número antigo.

 

No dia seguinte, ele me convidou para um encontro e nós passamos um dia maravilhoso juntos: me levou numa exposição que eu estava doida para ir, mas não podia pagar, me convidou para um ótimo almoço, que eu fiz questão de pagar minha parte, mas também não tinha dinheiro e me levou para passear de barco no rio mais famoso de Londres. Eu só não sabia que esse encontro mudaria meus planos de retornar ao Brasil depois de 1 ano e 5 meses morando em Londres.

Na verdade, era tudo parte de um plano para que eu gostasse dele. E, para ser sincera, acho que o plano funcionou, considerando que já estamos juntos há 6 anos.

mej

Alguns fatos sobre a noite em que eu conheci o James Rigg:

  1. Ele estava usando tênis e não poderia entrar no club. Então, ele calçou as meias preta por cima do tênis para que ninguém percebesse – e funcionou!;
  2. Ele, na verdade, estava me seguindo quando nos encontramos ‘acidentalmente’ lá fora. Ele me viu subindo as escadas e resolveu me seguir e puxar papo comigo;
  3. Ele deixou os amigos para trás sem avisar para me seguir até lá fora;
  4. Ele tentou me beijar no primeiro encontro e, por isso, os seguranças queriam expulsá-lo do bar;
  5. Ele diz, até hoje, que quando me viu, ele sabia que um dia eu seria sua esposa. E me faz acreditar nisso. E na verdade, nos casamos 1 ano e 5 meses depois.

 In English:

Sometimes life plays with you

Working at Apt bar, I met lots of people from different places. Sometimes I would struggle to understand what they were saying but it was a great opportunity to improve my English and get used to different accents.

Apt staff always used to go out after our shifts or just stay and have a drink until the bar was closed. One day, after an 11 hours shift, my friend Genet and I decided to stay and have a few drinks after work. It was 1h in the morning already and we could manage to get a few before the bar closed at 2am.

Genet went outside to have a smoke and I went with her. Suddenly, this guy starts talking to us, asking if we had a lighter and all that small talk. I said I didn’t smoke and he asked if we wanted a drink. I said no, as I normally don’t accept drink from strangers but my friend said: “Yes, of course. Can I have a triple gin and tonic please?” The guy was in shock but he couldn’t say no to her request. After much of a discussion, I ended up accepting a beer.

I’m talking to this guy – who was completely drunk – and my friend disappears and leaves me there on my own. I said to the guy: “I will go to the bathroom and see you downstairs later” but my real objective was to disappear. 30 minutes later, there he was, following me again.

Even the security men, who were my friends, asked if I wanted to have him throw out.  I said: “It’s ok, he didn’t do anything bad”.

As he was really drunk, he said: “Can I have your number? I really like you and I would like to invite you on a date when I’m sober.” I thought it was sweet but I was scared he was a psycho! I ended up giving him my old number but he tried to call me on the spot and my phone didn’t ring. Then he says: “You don’t need to give me a fake number if you don’t want to see me again”. He didn’t believe I truly gave him my old number by accident.

On the following day, he invited me out to make up for being drunk and silly the night before. He took me on the most lovely date: the exhibition that I really wanted to go but couldn’t afford, for a lovely lunch – that I offered to pay for mine but again didn’t have money for it, and to go on a boat ride on the Thames River. What a lovely day we had together! Only I didn’t know that this date would change my plans of going back to Brazil after leaving in London for 1,5 years.

It was all part of his plan to make me like him. And in all fairness, 6 years later, I believe he did all the right things.

A few facts about the night I met James Rigg:

  1. He went to the club wearing trainers and had to put his black socks on the top of his shoes so he could get in the club
  2. He actually ‘stalked’ me all the way outside – it wasn’t a coincidence he saw us outside. He crossed my path on the stairs and followed me all the way outside – stalker!
  3. He left his friend behind to go and follow me around the place
  4. He tried to kiss me on the first night and that’s why the security wanted to throw him out.
  5. He says – to this day, that when he first saw me, he knew that one day I’d be his wife. He made me believe that.  Now I actually am his wife.

por Marcela Rigg


Recém chegada à casa dos 30, estou sempre em busca de novas aventuras, carioca, mas moro atualmente em Melbourne – Austrália. Apaixonada por música, livros, fotografia e viajar. Formada em administracão e trabalhando em marketing, adoro criar coisas novas e fazer da vida algo interessante. Motivada por: “Saia da sua zona de conforto”.