Ih…falhei!

sinastriaComo eu perdi três (meu avô, minha avó e minha mãe) das quatro referências da minha vida ainda muito nova, dos 23 aos 25 anos, talvez eu tenha amadurecido mais rápido e assim aprendi a valorizar a qualidade de vida em detrimento de outras questões  materiais. Tá, eu sou consumista, gulosa e excessiva, mas isso é assunto pra outro post, porque nesse aqui optei por falar de relacionamentos interpessoais. Foi por conta  dessas perdas, que resolvi entrar na terapia e acredito que os meus cinco anos de análise fazem uma grande diferença no meu comportamento e acreditem: não! Eu não sou nenhuma louca só porque sento no divã toda semana, muito pelo contrário, a cada consulta me sinto melhor, o que não significa equilibrada.

imagesA  minha alta receptividade para conselhos também contribui bastante pra aumentar minha qualidade de vida. No trabalho, por exemplo, “os meus velhinhos”,  amigos mais velhos, em torno de 50 anos, com os quais convido diariamente, me enchem de lições de vida, como eu amo tê-los comigo! Acho que vou arrancar meu cabelo quando eles se aposentarem e o pior, esse momento está muito próximo de acontecer!

Foi juntando os conselhos dos mais velhos, com minhas sessões de terapia que reuni material para esse post, que trata do seguinte: como eu gosto de multiplicar meus aprendizados, resolvi repassar algumas dicas que podem ser praticadas nas relações de trabalho, amorosa, famíliar, enfim de vida. São alguns “jargões” simples que uso diariamente para aliviar algumas das minhas dores ou encarar injustiças cometidas no dia a dia. Sei que você pode estar pensando naquela máxima “se conselho fosse bom, ela não dava, vendia…” mas como não sou nenhuma mercenária e esse blog tá aqui pra isso, vamos lá!

baloes_de_comunicacaoComunique-se as falhas na comunicação ou ausência dela geram transtornos irreparáveis nos relacionamentos, então se você é tímido, enfrente a timidez e tente puxar assuntos com temas que você domina e pessoas que são interessantes para você, se você acha que seu ambiente de trabalho não está dos melhores, ofereça um feedback pro seu chefe e vice-versa ;

Pare de reclamar que nada dá certo e que não tem grana pra isso ou pra aquilo  ao invés de gastar energia e pensamentos com isso, corra atrás da sua felicidade, planeje-se e mentalize o que de melhor você quer para a sua vida;

O combinado não sai caro- você já reparou que o ser humano tem mania de achar que o próximo pensa igual a você? Não pessoas! Todos temos criações, bagagem e personalidade diferentes, então combine antes de esperar algo do outro, você vai ver que o resultado será muito mais satisfatório pros dois lados;

Quando você sabe como o outro funciona é muito mais fácil de prever seu comportamento e a consequência dos seus atosdessa forma você não vai se irritar ou frustrar tanto, além de cortar o mal pela raiz, por exemplo: sabe aquele chato que insiste em te ligar sábado de manhã cedo? Então, prevendo isso, você desliga o telefone e não será incomodado, que tal?;

O mundo é um lugar injusto sabe aquela promoção que você se achava merecedor no trabalho, mas não levou? Quem levou foi o colega do lado? Eh gente, a vida é assim, hoje não é o seu dia, mas não desanime, amanhã será!;

escolhas-carreira-de-sucessoA vida é feita de escolhas sim! A todo momento temos que optar pelo rosa ou azul, pelo carro ou boneca, por esse ou aquele emprego, com tantas opções no cardápio até a hora do almoço é complicada e o roteiro de viagem, já escolheu? Das situações mais simples às mais complexas, temos que fazer escolhas e os amigos estão aí pra isso: te ajudar nas decisões e trocar experiências que vão agregar nas suas definições;

Nunca responda uma mensagem (sms, face ou whats), e-mail ou afins indesejados com a cabeça cheia, nervoso ou agitado – porque a consequência disso pode ser das piores e isso serve tanto para aquele post do facebook que seu amigo escreveu e te irritou porque você estava na TPM ou aquele e-mail que seu chefe mandou chamando a sua atenção ou o whatsapp do seu namorado com um ciuminho bobo ;

Quando você sabe o que não é bom para você e o que não te faz bem, é muito mais fácil fazer as escolhas certas- um exemplo disso é quando você opta por se afastar de uma pessoa que não acrescenta na sua vida, você acaba se abrindo e focando sua energia para relações mais felizes e que valem a pena;

Não se puna por falhar nós falhamos a todo momento porque somos seres humanos, ué! Então se perdoe por isso, erga a cabeça e dê a volta por cima;

tempoCada um tem seu tempoentão respeite o seu tempo e o tempo do outro, não adianta você impor determinada conduta de um amigo, namorado, funcionário ou da sua mãe porque o “time” deles sempre será diferente do seu! E não se culpe porque não conseguiu resolver aquele problema hoje! Não era pra ser…;

Seja receptivo- escute o que o outro tem a dizer, de uma forma ou de outra vai acrescentar, pode ser agora ou lá na frente;

Por último, o meu lema: Sorria sempre! Esse eu aprendi com a minha mãe e você vai ver que assim será muito mais fácil de praticar tudo isso que está aí em cima!

sorrisoamareloUfa! Depois de tantos conselhos, não gostaria que vocês vissem esse texto como um clichê de autoajuda não, please! Acredito eu, que essas são algumas maneiras autênticas de você não se auto-sabotar, porque, na verdade, fazemos isso a todo momento em nossas vidas. Também sei que não é assim tão fácil colocar tudo em prática, mas aos poucos isso vai se incorporando até que você vai fazer, pensar e atuar sem sentir, com escorregões, é claro! Eu demorei, mas a cada dia que passa percebo que o positivismo, a leveza nos relacionamentos e a estabilidade emocional são alguns dos segredos de uma vida bem vivida! 🙂

 

por Renata Lopes
 
 “Sorrir é o melhor remédio” esse é o meu lema! Carioca, sonhadora e com uns quilinhos a mais, conquistados após os 20 anos e bem aceitos com a chegada dos 30. Não vou ser hipócrita de dizer que isso não me incomoda, mas também sou realista e tento usar o meu “excesso de gostosura” a meu favor, sempre! Aguarde e confie nas dicas “Plus” da coluna!
Anúncios